1 de set de 2009

Ajuda

A AJUDA

Quem ajuda fá-lo porquê?

Porque quer fugir da sua própria vida. Porque é mais fácil dizer como é que as pessoas podem resolver os seus problemas, do que eu próprio resolver os meus. Porque quando "acho" que alguém merece pena, eu próprio me posiciono num nível superior e assim julgo que sou melhor do que o outro. Porque quando ajudo me distraio, mostro o quanto sou solícito, para que a pessoa me retorne um "eu" que eu gostaria de ser. Auto-suficiente, vitorioso. Porque ao ajudar, acciono um dos mais poderosos conceitos da humanidade. A piedade.

Só Deus julga. Só julga quem é Deus.

Quando tenho pena de alguém, estou de qualquer modo a julgá-lo. Ponho-me num plano superior. Sinto-me inconscientemente Deus. É inconsciente, nada deste processo é consciente, a pessoa não faz por mal. Mas quanto mais a pessoa precisa ir à vida da outra para se encontrar, para encontrar o seu "Eu", quanto mais ela vem à vida da outra pessoa para julgá-la, mais ela se desenergiza.

Quem está em perda, quem tem um problema, precisa de energia para resolver o seu próprio problema. Precisa que o incentivem a resolver o seu próprio problema com a sua própria energia. Precisa de estar limpo espiritualmente para resolver o seu próprio problema. Precisa que o deixem utilizar a sua própria lógica. Cada pessoa tem a sua lógica muito própria.

O problema de um, não pode ser resolvido com a lógica do outro. Mesmo que vos peçam ajuda, nunca apresentem a vossa lógica. Nunca digam o que "vocês fariam", nunca dêem conselhos. Dediquem-se, isso sim, a ajudar a pessoa a pôr em prática a sua própria lógica para encontrar a raiz da solução do problema. Limpem-na espiritualmente. Só assim estarão efectivamente a dar uma grande ajuda.

Todo o esforço é pouco para ajudar um homem a encontrar o seu caminho. Mas, para isso, tu tens que já ter encontrado o teu.

(Este Jesus Cristo Que Vos Fala, Livro 3/ A Era da Liberdade,
Alexandra Solnado)

Um comentário:

Cleo disse...

Eu precisava ler isto neste momento. muito bom, vai me ajudar a continuar a trilhar meu caminho, obrigada.
Obrigada por comentar na minha postagem no blog Reflexões de nós.
Beijos!
Cleo