30 de mai de 2009

Como a Natureza

A ABUNDÂNCIA


Toda a natureza é abundante. E porquê?
Porque na natureza é sempre deixada uma semente para continuação. A dádiva da natureza não se esgota em si. As flores, os frutos, tudo deixa uma semente. Uma semente que irá dar origem a um novo ser, uma continuação de si própria, um rejuvenescer do seu elemento. Daí reconhecermos que o que impera na natureza é a abundância.

O ser humano, ao contrário, e ao viver pelo medo, restringe-se. Vive na restrição. Não vive pela abundância. Quando dá a sua dádiva não é total, não se esgota em si. Pensa sempre no que vai receber ou no que pode vir a receber. Ao se limitar na restrição não conhece a abundância.
Pensem nos momentos em que conheceram a abundância...
Pensem nos momentos em que conheceram a restrição...
Tentem ver como podem inverter a situação e tornar os vossos momentos de abundância mais frequentes do que os vossos momentos de restrição. Assim conhecerão a abundância, pois a abundância gera cada vez mais abundância. Olhem para a natureza.

Bay:"Solnado"

Nenhum comentário: